A economia indireta de um e-commerce

0

O B2B pode ser facilmente definido entre o comércio estabelecido entre empresas, e quando uma organização decide disponibilizar seus produtos num ambiente como este, tem como principal objetivo o resultado do aumento das vendas. Mas isto e apenas a parte mais visível de uma grande quantidade de benefícios que uma empresa pode obter com uma plataforma de e-commerce B2B. O que deve ser levado em conta é a economia proporcionada neste ambiente, não só o aumento das vendas. Esta economia é aplicada em várias áreas, e dependendo do caso, o aumento das vendas vem com um bônus: o aumento do lucro.

Recursos humanos

O fator pessoas deve ser levado em conta, pois esta economia na utilização de uma plataforma de e-commerce não é desprezível. Uma empresa que utiliza representantes sabe que a quantidade de clientes visitados num dia por um representante é limitada por meio de locomoção, tempo de atendimento, área de distribuição dos clientes, entre outros fatores. Neste sentido, o e-commerce gera uma economia enorme à organização, seja em gastos diretos (com pessoas) ou indiretos (transporte, operação de apoio, etc.).
Em empresas onde existe a utilização de canais de venda (como call center), é possível utilizar a plataforma de e-commerce pela equipe se houver esta funcionalidade. O ambiente web é intuitivo, e por possuir similaridades com um e-commerce padrão, o aprendizado e assimilação do colaborador da empresa é otimizado. Menos tempo de treinamento e passagem de conhecimento para novos colaboradores é um grande fator de economia.

Custos de infra estrutura

Claro que a opção de utilizar um e-commerce envolve alguns custos de infra estrutura, mas o ROI positivo prevalece. Se comparar este valor com a economia proporcionada por este ambiente em relação à infraestrutura atual de sua empresa, paga-se o gasto e ainda se obtêm um ganho enorme.
A economia gerada por uma plataforma de e-commerce é visível no parque tecnológico, seja em hardware quanto software. Em hardware, se pensarmos em que para efetuar os pedidos através de um call center ou similar, é necessário apenas um computador com acesso à internet, sem a necessidade de configurações potentes, qualquer computador que navegue na internet é um terminal para o uso da equipe. Indo mais além, é possível enxugar gastos com licenças de aplicativos ou ERP, servidores, equipe de T.I. ou mesmo pessoas adicionais que serviriam de apoio para manter uma estrutura maior.
Outros pontos de infraestrutura, como energia elétrica, valor mensal do metro quadrado, computadores, mesas, entre outros podem ser levados em consideração quando existe uma redução de pessoas necessárias para manter um operação.

Área de atuação

A área de atuação de uma empresa é limitada fisicamente, seja por visibilidade, locomoção ou outros fatores. O e-commerce encurta ou elimina estas distâncias, expandindo o alcance do seu produto. Outro fator importante que deve ser levado em conta são horários; em geral, os dias úteis e o horário comercial são limitadores; o ambiente web proporciona a remoção destas barreiras, de forma virtual. O e-commerce permite que pedidos sejam feitos pelos seus clientes num dia e horário que seria proibitivo se pensarmos em custos de horas extras e disponibilidade de ambiente – energia elétrica, segurança e demais infra estruturas para garantir o trabalho de um funcionário.

Publicidade

O simples fato de ter um ambiente disponível na internet já é um ponto a favor, e se for bem explorado, a relevância da empresa que oferece os produtos será muito melhor aproveitada. Além da óbvia descrições detalhadas do produto, informações sobre sua utilização, dados sobre sua empresa como endereço, principais clientes e parceiros, assim como os benefícios facilidades sobre a aquisição dos itens através do e-commerce são fatores que ajudarão no momento da busca do seu produto pelo cliente. Esta forma de promoção pode parecer difícil de mensurar, mas basta pensar em um anúncio numa revista e o retorno que isto geraria, ou então em quanto seria gasto numa publicidade para alcançar não só seus clientes, como aqueles que ainda não conhecem seu produto. A publicidade efetuada em seu e-commerce é certamente a mais barata e a com melhor resultado para a grande maioria das empresas. Se quiser ir além, um serviço de gerenciamento de performance alavanca ainda mais suas vendas, assim como proporcionalmente toda a economia gerada por este ecossistema.

Resumo

Para quem deseja atuar no mundo B2B, é preciso ter conhecimento de que esta medida vai gerar lucro e economia. Existem muito mais fatores a serem levados em conta do que somente os custos diretos da aquisição de uma plataforma de e-commerce. A vontade e a necessidade de aumentar as vendas de uma empresa são itens que impulsiona a procura de uma solução que atenda esta demanda. Facilidade de uso, um produto consolidado e uma empresa que presta um bom serviço são fatores que por si só justificariam o custo de uma plataforma, mas é preciso pensar além; é preciso saber que haverá uma grande economia gerada por esta solução. O aumento das vendas e a economia proporcionado por este ambiente é o que realmente deve ser levado em consideração. Analisando cada um destes fatores isoladamente, é fácil identificar o benefício. Quando analisados juntos, tudo é muito maior: lucro e economia andam de mãos dadas.

Share.

About Author

Edvin Markstein Zimmermann

Edvin Markstein Zimmermann é analista programador sênior da área de B2B da Vertis, companhia especializada em soluções de negócios baseadas em tecnologia web.

Comments are closed.