E-Commerce B2B nos Estados Unidos deve atingir U$ 1.1 trilhão em 2020

0

Com um tamanho duas vezes maior que o e-Commerce B2C, o B2B deve atingir U$ 1.1 trilhão em vendas até 2020 no mercado-norte americano. Isto é o que mostra um estudo feito pela Consultoria Forrester Research.
De um lado, um número cada vez maior de indústrias e distribuidores migrando para tecnologias on-line para fazer negócios, atrás de um atendimento mais eficiente, mais abrangente, em maior escala e com custos menores. De outro, clientes cada vez mais exigentes, procurando melhores condições, atendimento mais ágil e eficiente. Este é o cenário que o B2B se insere.
Negócios on-line entre empresas, o B2B (Business-to-Business) estão cada vez mais presente nas transações comerciais entre empresas. Este mercado deve crescer a taxas que devem chegar a 7.7% anuais pelos próximos 5 anos.
A Forrester ainda prevê que neste ano de 2015, o e-Commerce B2B feche com vendas na casa dos U$ 780 bilhões, representando 9.3% de todas as vendas B2B nos Estados Unidos.
Em 2020, quando atingir os U$ 1.1 trilhão, este percentual deve alcançar 12%.
Outro número importante é que o e-Commerce B2B, pela sua própria natureza, deve apresentar taxas de conversão em torno de 7.3%.

Share.

About Author

Mauricio Di Bonifacio

Mauricio Di Bonifacio (Boni) é sócio-fundador da Fast Channel, atuando com Digital Sales as a Service. Também é sócio-fundador da Vertis (www.vertisnet.com.br), uma das principais empresas de soluções de e-Commerce B2B (indústria/atacado). Atua desde 2000 em importantes projetos de e-Commerce como Fast Shop, Camicado, Giuliana Flores, Zelo, Dellavia, Preçolandia e Duchas Corona dentre outros. Tem graduação e mestrado pela USP, dois livros publicados, já foi professor em cursos de graduação, pós-graduação e MBA, e agora está se dedicando a fomentar o mercado de B2B

Leave A Reply